Dicas para Bandas e Compositores

Composição de MúsicasÉ mais fácil falar do que fazer, posso passar algumas dicas, de livros que li e de situações que vivi com clientes, mas botar isso na prática depende de você. Acredite, funciona.

Não são técnicas de composição, aliás muito bem exploradas em livros especializados e pouco conhecidas dos novos compositores, mas sim, dicas de como fazer fluir a produção e a divulgação da sua música, como ter resultados.

Uma das maiores barreiras que encontro no meu dia a dia é "dar pitaco" na música dos outros. É difícil pro cliente entender que ele me contratou justamente para eu dar pitacos. Não estou ali para me fazer de crítico de jornal ou tentar provar meus conhecimentos musicais, meu objetivo é produzir a música dele e meu nome também está em jogo.

Mas tendemos a encarar nossa música como algo intocável, genial, íntimo. Sempre uso o exemplo dos "filhos". Como alguém se atreve a falar mal do meu filho!?!?

Esse é o gancho para a primeira dica: 

Desapego Emocional

É o melhor caminho para a sua música falar mais alto. As chances de sua composição ser genial e perfeita são muito baixas. Isso é estatística, não é falta de credibilidade, muito menos desrespeito. Quase sempre dá pra mudar alguma coisa, para melhor. Otimizar as letras, mudar um acorde, diminuir uma sessão, cortar outra. Cortar NÃO !!!! Isso é o mais difícil, parece que estou tirando um membro do compositor.

Toda segunda-feira eu me encontro com o mesmo amigo / cliente compositor. Felizmente, chegamos ao ponto de rir bastante sobre isso. "Olha, eu já escrevi o dobro do que precisamos porque já sei que você vai cortar um monte de coisa", ele chega preparado. 

Grave uma Demo

Parece mentira, mas costumo receber mensagens com frases do tipo "modéstia à parte, tenho muitas músicas excelentes e posso compor para qualquer estilo, somente preciso de alguém que queira investir e ganhar muito comigo". Bota modéstia nisso! Não sei o que esse compositor está esperando, isso é tudo o que um produtor e uma gravadora procuram. Mas infelizmente, a realidade não é bem assim...

Não estou dizendo que não existem excelentes composições perdidas por aí. Pelo contrário, acho que acontece até demais, mas como não existem boas demos gravadas, ninguém fica sabendo.  

Qualidade da Gravação

Se você não é bom cantor(a) e também não sabe tocar muito bem, não tenha vergonha de chamar músicos amigos para gravar sua demo. E de preferência, alguém que faça as vezes do produtor, pelo menos até a gravação final, quando um produtor profissional é altamente recomendado.

Sobre a qualidade do áudio nessa demo, existem diferentes correntes e opiniões. Eu acredito em duas. Se o objetivo é mostrar sua composição para algumas editoras, produtores, ou até intérpretes famosos, sobretudo em círculos fechados, a qualidade da gravação é irrelevante. Eles saberão escutar a música e "enxergar" o resultado final, produzido. Mas se a faixa será, de alguma maneira, enviada por email, compartilhada, colocada em páginas do MySpace, gravada em CD para distribuição de mailing, não economize na produção da demo.

A pior coisa que pode acontecer - e acontece com frequencia - é uma boa música conseguir chegar aos ouvidos de alguém que possa fazer a diferença e ser imediatamente rejeitada porque está mal gravada, cansativa, não se pode entender as letras, demora para demonstrar seu ponto forte ou qualquer outro motivo que simplemente faz o ouvinte apertar o botão de NEXT. 

Sinceramente, eu não culpo gravadoras ou profssionais do meio. Gaste tempo e dinheiro aqui, para se destacar e aumentar consideravelmente suas chances. 

Função da Demo

Se ainda não te convenci a contratar um produtor musical, sempre se lembre que uma demo tem duas funções, que inclusive podem coexistir:

-  Chamar a atenção de um público, trazendo tráfego para seu site, página do MySpace, blog, shows ou qualquer que seja o seu veículo de fidelização e renda.

- Mostrar para uma gravadora (ou um profissional do meio) que você é um artista que se dedica, tem planejamento, quer se destacar, levar a sério, que já possui um produtor musical e tem os recursos para gravar com qualidade. Ou seja, perfeito, porque a última coisa que uma "gravadora" quer fazer hoje em dia é gravar. O objetivo dela é te vender, ou comprar sua música para vender outro artista. 

Paradoxo do Home Studio

No começo, era uma dádiva, compositores, intérpretes e bandas podiam agora gravar em casa. Sem pagar horas de estúdio e técnico, sem contratar ninguém.

Depois de um tempo, perceberam que não era tão simples assim. Começaram a gastar mais tempo com a produção do que com a composição e a performance (suas fontes de renda). E perceberam que o resultado não era tão bom assim.

Agora o cenário é ainda mais complicado. Porque TODO MUNDO, mesmo que com qualidade duvidosa, consegue gravar em casa. TODO MUNDO tem acesso aos mesmos softwares e plugins que você baixou ou comprou. Isso significa que a exigência aumentou. O próprio público não aguenta mais ouvir gravações caseiras e sons de garagem. Isso sem falar das apresentações ao vivo. Parece que muitos artistas desencanaram de vez de aprender a tocar, cantar e se expressar bem no palco. Vide a média das bandas que tocam e mandam vídeos para os novos e concorridos programas de TV.

Aliás, aí está o exemplo perfeito: a banda conseguiu chegar até lá, Garagem do Faustão, vai ter seu momento decisivo, e...  decepciona. Depoi se lamenta "eu devia ter praticado mais, contratado um professor, um produtor, otimizado minha música e interpretação".

A conclusão é que é melhor entregar a produção nas mãos de outra pessoa. Bandas, artistas e compositores devem (e precisam) se concentrar na Música: composição, interpretação, apresentação. 

Dados e Análises

Com algumas demos publicadas ou compartilhadas, descubra quais delas fazem mais sucesso e invista no próximo passo: a produção final. Sim, estou falando de estúdio, músicos acompanhantes profissionais, boa sala de gravação, masterização, prensagem de CD, encarte, distribuição, conversão correta para MP3, distribuição de pen drive, etc.

Ganhar seguidores não significa ter 10,000 followers no Twitter (alguém realmente acha que uma pessoa consegue "seguir" mais do que 10 ou 20 pessoas por dia?). Você precisa atualizar seus sites, responder para seus fãs, cantar bem, tocar bem, fazer shows, gravar video-clips. Isso te permite coletar dados e afinar o seu processo de produção e divulgação.

Existem profissionais especializados nas diversas tarefas acima, produtores executivos, assessores de imprensa, profissionais de marketing cultural (pois é, não basta planejar orçamento para a produção, tem bastante coisa na pós-produção). As centenas de bandas e artistas da sua cidade estão concorrendo por atenção. Considere contratar alguém para atualizar seus sites, dar uma cara profissional, produzir clips e divulgar. Mas somente DEPOIS de ter boas demos em mãos!  

Consistência

singer-songwriter-elaine-davidsonEssa sim costuma ser a receita do sucesso. Consistência para escrever sempre, várias músicas. Para continuar analisando e investindo. Para lançar demo após demo. Para enviar boas demos aos contatos que parecem te ignorar. Para manter uma postura sólida e um estilo de composição e/ou interpretação. Para estudar o assunto.

E um pouco de paciência também nunca é demais. Paciência para compreender que não conseguimos fazer tudo sozinhos. Que outros músicos, técnicos e produtores podem ajudar bastante. Que as gravadoras não são maquiavélicas, elas são um negócio. Que hoje em dia, não se pode conquistar um grande público de cara. Pessoa por pessoa, grupo após grupo.

O segredo é procurar seu nicho, clientes fiéis que pagarão pelos shows, comprarão camisetas e CDs (pen drive, vinil, MP3, o que seja). Fãs que farão download e divulgação gratuita, esperarando ansiosamente pelas próximas músicas. Se você tem um público, então você tem possibilidades nas mãos. Imensas. Desde vender música até merchandising de pasta de dente.

Não se esqueça do próximo CD. Uma boa faixa, com 5, 6 ou até 7 musipontos, não dura mais do que dois meses, triste realidade. Tenha sempre um projeto de gravação em andamento, continue produzindo demos e versões finais com qualidade, para maximizar o tempo de vida e não desperdiçar o que já foi investido. Planeje a duração da pré-produção, gravação, mixagem, divulgação. Quantas faixas serão lançadas? Em que ordem? Versão demo ou produção final? Em quais veículos? Existem catalisadores para as produções finais, como lançamentos de produtos, campanhas publicitárias, video-games, sites, filmes, shows?

Acredite, a SUA MÚSICA é o ponto principal, é o que faz a diferença. Você pode até não ter um site bonito e muito atualizado, nem muitos seguidores no Twitter, mas uma música surpreendente e bem apresentada VAI SER DESCOBERTA. E aí sim as visitas no MySpace vão decolar. Essa é a grande maravilha da grande rede social. Você joga músicas ali,  e quem gostar se encarrega de avisar o mundo inteiro. Legal, não?

 

Adicionar comentário

*** AGUARDE SEU COMENTARIO SER APROVADO E PUBLICADO ***
Reservamos o direito de modificar ou deletar informações a qualquer momento, sem aviso prévio. As medidas pretendem evitar o uso de termos ofensivos, propagandas e conteúdos não pertinentes.


Código de segurança
Atualizar

BLOG NO SEU EMAIL

Não perca nenhum artigo.

Feed

feed-image RSS

ENQUANTO ISSO NO TWITTER...

SEJA FÃ NO FACEBOOK

Login




ACADEMIA DO PRODUTOR MUSICAL

INSCRIÇÕES ABERTAS
(poucas vagas com 50% desconto)

academia do produtor musical logotipo

Academia do Produtor Musical
EXCLUSIVA PARA MEMBROS

VISITANTES ONLINE

Temos 830 visitantes online

LIVRO GRÁTIS

Baixe uma cópia do Manual de Bolso da Produção Musical

manual_pequeno

(3a. edição, com 37 páginas sobre as etapas da produção, dicas, termos e dados de mercado. Para músicos, técnicos e produtores)

PARCEIROS

REGISTRE SUA MÚSICA


CASES PARA TRANSPORTE

hard dj case